Procurar Imóvel
Partilhar  »  
Industrial à venda em Ponte, Guimarães
1 / 22
2 / 22
3 / 22
4 / 22
5 / 22
6 / 22
7 / 22
8 / 22
9 / 22
10 / 22
11 / 22
12 / 22
13 / 22
14 / 22
15 / 22
16 / 22
17 / 22
18 / 22
19 / 22
20 / 22
21 / 22
22 / 22
Ver fotografias de maior dimensão
  • Tipo de imóvelArmazém
  • Venda
    € 350.000
  • Área564 m² | 570 m²
  • DistritoBraga
  • ConcelhoGuimarães
  • Freguesia
    Ponte
  • REFPT-126311006-347
-
-
564 m²
570 m²
-
-
...
 

Descrição

Descrição

Excelente pavilhão industrial;

Ótima localização;

Situado numa das principais vias de comunicação de Guimarães;

Amplo logradouro para estacionamento;

Trânsito de acesso fácil;

Balneários;

Estacionamento autorizado;

Poderá ser utilizado para serviços.

NOTA: o edifício não se encontra atualmente em funcionamento.

Guimarães é uma cidade portuguesa e capital da sub-região do Ave, pertencendo à região do Minho e ao distrito de Braga.

Aqui se daria, a 24 de Junho de 1128, a Batalha de São Mamede.

É sede do Município de Guimarães que tem uma área total de 240,95 km², 156.830 habitantes em 2021 e uma densidade populacional de 651 habitantes por km², subdividido em 48 freguesias. O município é limitado a norte pelo município de Póvoa de Lanhoso, a leste por Fafe, a sul por Felgueiras, Vizela e Santo Tirso, a oeste por Vila Nova de Famalicão e a noroeste por Braga.

É uma cidade histórica, com um papel crucial na formação de Portugal, e que conta já com mais de um milénio desde a sua formação, altura em que era designada como Vimaranes. Podendo este topónimo ter tido origem em Vímara Peres, nos meados do século IX, quando fez deste local o seu principal centro governativo do condado Portucalense que tinha conquistado para o Reino das Astúrias.

Guimarães é uma das mais importantes cidades históricas do país, estando o seu centro histórico inscrito na lista de Património Mundial da UNESCO desde 2001, o que a torna definitivamente num dos maiores centros turísticos da região. As suas ruas e monumentos respiram história e encantam quem a visita.

A Guimarães actual soube conciliar, da melhor forma, a história e consequente manutenção do património com o dinamismo e empreendedorismo que caracterizam as cidades modernas, que se manifestou na nomeação para Capital Europeia da Cultura em 2012, factores que levaram Guimarães a ser eleita pelo New York Times como um dos 41 locais a visitar em 2011 e a considerá-la um dos emergentes pontos culturais da Península Ibérica. Foi ainda Cidade Europeia do Desporto (CED), em 2013. Nesta última, Guimarães foi distinguida como sendo a melhor CED de 2013.

Guimarães é muitas vezes designada como "Cidade Berço", devido ao facto aí ter sido estabelecido o centro administrativo do Condado Portucalense por D. Henrique e por seu filho D. Afonso Henriques poder ter nascido nesta cidade e fundamentalmente pela importância histórica que a Batalha de São Mamede, travada na periferia da cidade em 24 de junho de 1128, teve para a formação da nacionalidade. Contudo, as necessidades da Reconquista e de protecção de territórios a sul levou esse mesmo centro para Coimbra em 1129.

A região em que Guimarães se integra é de povoamento permanente desde pelo menos o Calcolítico Final nacional, como atestam a presença, no município, das citânias de Briteiros e de Sabroso ou a Estação arqueológica da Penha.

A Ara de Trajano denuncia a utilização, pelos romanos, das águas termais da vila de Caldas das Taipas

Localização

Ponte, Guimarães, Braga

Contactos

Remax PT
Website: remax.pt/
Telefone:
Ver página de contactos Empresa Remax PT